Últimas notícias
Dia das mães pra quem já não tem mais mãe
 
Dia difícil é o dia das mães para os filhos que já não têm mãe. Difícil para filhos sem mãe, para filhas sem mãe, e para filhas que são mães mas já são órfãs de mães.
 
 
O comércio, como sempre, está se lixando pra essas coisas. Quer vender, vender e vender, e pra quem já perdeu a mamãe, resta ser bombardeado com propostas insistentes de presentes e mais presentes para o dia das mães. Mães, que muitos já não têm.
 
 
O meu desejo nesse dia das mães, é que você, que já perdeu sua mãe, viva um ótimo dia das mães. Se possível, com alegria. Se possível, com disposição. Porque, acredite, é assim que sua mãe gostaria que você passasse o dia dela.
 
 
É verdade que a saudade vai bater. Mas é muito bom que ela bata. Tristes das pessoas que se vão e não deixam saudades. Se sua mãe deixou saudades, é porque a vida dela valeu muito a pena. Ela fez diferença. Deixou marcas positivas em você.
 
 
Então, por ela e por você, viva um feliz dia das mães. Seja grato a Deus pela mãe que você teve, pelas lições que ela lhe ensinou, pela saudade e gosto de quero mais que ela deixou.
 
 
No mais, é ser um ótimo filho hoje e sempre. Afinal, sua mãe pode até já ter partido, mas você continua sendo filho dela. A morte não anula a filiação, nem hoje nem nunca. Então honre a memória de sua querida mãe com uma vida digna e honrada.
 
 
E sua mãe, através da sua vida, continuará vivendo através das lições que lhe ensinou. Bora, enxuga as lágrimas. Olha pra cima.
 
E tenha um feliz dia das mães.
 
 
GLENIO CABRAL
 

 
Notícias Anteriores